• Home
  • /
  • Notícias
  • /
  • Reforma da Praça da Saudade conserva árvores nativas e segue com as obras em constante evolução

Reforma da Praça da Saudade conserva árvores nativas e segue com as obras em constante evolução

19/08/2021

Aproximadamente 80% das árvores nativas permaneceram no projeto de revitalização da praça após a retirada daquelas palmeiras não saudáveis

A Secretaria de Obras segue com as atividades da revitalização da Praça da Saudade que tem previsão para ser entregue em dezembro deste ano. Até o momento é possível observar que todos os antigos canteiros já foram demolidos e 14 novos estão em processo de construção e drenagem.

Devido à preocupação em manter o maior número de árvores no local, a Prefeitura solicitou um exame de tomografia para mapear o interior das árvores e suas raízes, a fim de analisar se elas estavam saudáveis ou não. Neste meio tempo de espera dos resultados, a obra precisou ser paralisada para ajustar o layout do projeto.

Dos 6 exemplares que passaram por tomografia, apenas 1 árvore da espécie Sibipiruna teve de ser retirada, pois comprometia o patrimônio cultural e apresentava riscos a população. Outros exemplares de plantas exóticas, como pinheiros e mangueiras foram suprimidos para privilegiar o desenvolvimento das árvores que permaneceram no projeto.

As palmeiras retiradas da obra foram aproveitadas e transplantadas em outros prédios e áreas públicas, tais como: a Escola Municipal Maristela Carniel Onisto, próxima a Prefeitura; o Centro de Educação Infantil Carlos Eduardo Silveira Picone, no Bairro Cachoeira III e a Praça do Bairro da Vila Rica.

A Secretaria de Turismo procurou inovação e neste projeto adotou práticas sustentáveis, em especial com a utilização de madeira plástica ecológica, irrigação e iluminação automática para reduzir o impacto ambiental e a implantação de pavimento intertravado.

O layout do projeto prevê um lindo monumento artístico, uma ponte de serralheria artística e um coreto que permitirá apresentações culturais em parceria com a Secretaria de Cultura: “Queremos entregar à população um centro atrativo e enriquecedor, baseando-se no conceito da mineralidade. Para a segurança deste patrimônio cultural, serão implantadas câmeras de monitoramento digital e gestão 24h por dia, além de ter um jardineiro de plantão que estará atento aos cuidados especiais da praça.” complementou a Secretária Municipal de Turismo.

A estrutura da praça será estendida na parte externa e um espaço será dedicado para a Feira do Produtor Rural e, por fim, haverá um corredor de pergolado para abrigar as barracas da feira da Produção Associada ao Turismo, produtos estes que também são comercializadas na Crearte – Associação de Artistas e Artesãos de Extrema, que fica na Praça Presidente Vargas e também na ArtExtrema – Produção Associada ao Turismo, localizada no Terminal Rodoviário de Extrema.