Secretaria de Saúde

Proteja a amamentação: uma responsabilidade compartilhada

01/08/2021

A campanha visa orientar as mães na responsabilidade da amamentação e melhorar o vínculo familiar durante este processo de 6 meses de aleitamento

O mês de agosto já se inicia com a comemoração mundial de um dos temas mais abordados entre as mulheres em fase de gravidez: a amamentação. O mês dourado – como é conhecido – terá uma semana especial dedicada à temática, entre os dias 1º e 7 de agosto, com a finalidade de conscientizar as mamães e promover o aleitamento materno à toda a sociedade.

A Semana Mundial de Aleitamento Materno é coordenada pelo Ministério de Saúde e trás o seguinte slogan nesta 29º edição: “Proteja a amamentação: uma responsabilidade compartilhada”, na qual explora a importância do amparo familiar às mulheres lactantes na prática da amamentação no período exigido pela Organização Mundial de Saúde (é necessário que o leite materno seja o único alimento da criança até o sexto mês de vida).

Todas as mulheres apresentam leite capaz de nutrir e proteger sua criança, portanto, não é necessário adicionar nenhum produto à alimentação no início da vida de um bebê. Vale destacar ainda que a temperatura natural do leite da mãe já está ideal para a criança, não necessitando de esterilização e podendo ser ofertado livremente ao bebê.

A amamentação é a principal forma de fornecer ao bebê os nutrientes necessários para sua sobrevivência e desenvolvimento, já que no leite materno a criança encontra não só as substâncias necessárias para a sua nutrição, mas também anticorpos fundamentais para protegê-la no início da vida.

Destaca-se o aleitamento como proteção contra o câncer de mama e de ovários, bem como a diminuição dos riscos de morte por artrite reumatoide, por isso é essencial e fundamental à saúde do bebê e da mamãe a oferta de leite materno exclusivo até os 6 meses de vida da criança!