Volta as aulas

Como
será?

Cada unidade escolar já está com seus Planos Estratégicos elaborados, levando em conta seus espaços físicos e possibilidades de adequação/atendimento e com a volta às aulas serão cumpridos os seguintes cuidados: os estudantes terão a temperatura aferida assim que chegarem às escolas, haverá desinfecção de mochilas, distribuição diária de máscaras aos alunos, distribuição do álcool em gel 70% em todo o prédio, limpeza constante nos ambientes internos e externos e cada aluno receberá uma máscara descartável.

No dia 13 de setembro voltaremos com as aulas presenciais de 100% dos alunos, essa volta foi muito estudada com muita responsabilidade, seguindo os protocolos sanitários a seguir, pensando em nossas crianças e profissionais da Educação.

quando
será?

Por que
voltar?

Tivemos uma grande diminuição no número de casos de contaminação da Covid-19 e um grande alcance da vacinação na população, além de que desde o início da pandemia não houve nenhum registro de óbito infantil em Extrema, ocasionando em mais um fator decisivo para o retorno dos alunos às escolas.

Ao embarcar no ônibus o aluno terá sua temperatura aferida e suas mãos devidamente higienizadas com álcool em gel. Ao desembarcar na entrada da escola, um profissional irá aferir a temperatura e após esse momento, os alunos irão limpar os pés no tapete com solução sanitizante e novamente higienizar as mãos no totem com álcool em gel e sua mochilas serão pulverizadas. Após todo o cuidado, os alunos serão direcionados até a sala de aula devidamente limpa e higienizada com produtos adequados para a desinfecção. Já em sala de aula, cada aluno receberá uma máscara descartável. Todos os ambientes irão contar com álcool em gel e sinalização de afastamento.

Protocolos
de Segurança

Casos
suspeitos

IDENTIFICAÇÃO DOS CASOS SUSPEITOS E CONFIRMADOS COVID-19: Os estudantes, pais ou responsáveis, funcionários e colaboradores que apresentarem sintomas ou que tiverem contato próximo e desprotegido, segundo a normativa de precauções sanitárias, com caso confirmado deverão ser orientados a:
Procurar atendimento na Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua casa, ou, se estiver no ambiente escolar, procurar a direção da escola que fará contato com família quando se tratar de menor;

Após receber atendimento médico informar para direção da escola, com limite de até 24h, através de atestado médico e termo de isolamento, ou, entregar o documento na Secretaria de Educação.

UNIDADES DE SAÚDE:
As Unidades de Saúde do município deverão após atendimento médico e do enfermeiro, registrar o caso suspeito ou confirmado de COVID-19, nos sistemas de informação correspondentes e planilha de monitoramento dos casos para acompanhamento ativo da condição clínica e evolução da doença, assim como a prorrogação, suspensão ou alta do monitoramento, conforme “Nota Atualização técnica versão 8 de Protocolo - SES/COES MINAS COVID-19 - Belo Horizonte, 12 de abril de 2021.”

O Enfermeiro e o Médico deverão entregar o termo de isolamento e atestado(s) médico(s) para o(s) paciente(s) e para os contatos identificados na abordagem clínica e epidemiológica domiciliares.

Os contatos diretos e indiretos não domiciliares deverão ficar sob observação de sinais e sintomas característicos COVID-19 por até três (3) dias, não sendo necessário dispensa do trabalho ou prescrição de quarentena.
O Isolamento Domiciliar deverá ter critério clínico, laboratorial e/ou epidemiológico, e, o período de quarentena ou isolamento será definido a partir de abordagem individual.

Perguntas Frequentes

Todo aluno deve fazer a rematrícula?

Sim. Com as aulas remotas muitas famílias mudaram de endereço, até mesmo de cidade/Estado. A rematrícula é necessária para reorganizar o atendimento segundo o zoneamento das residências dos alunos e a Escola. Essa reorganização é necessária tanto para que os protocolos sejam cumpridos adequadamente de acordo com o número de alunos por turma, quanto para reorganização do transporte escolar que tem suas rotas traçadas de acordo com o zoneamento.

O retorno é obrigatório?

O retorno não é obrigatório, desde que haja uma justificativa à Unidade de Ensino. Como por exemplo os casos de alunos que possuam algum tipo de comorbidade, ao quais são indicados que neste momento não retornem às atividades presenciais.

As creches também retornarão? Terá creche em formato remoto?

Os Centros de Educação Infantil também retornarão e seguirão as mesmas medidas de segurança adotadas nas escolas do Ensino Fundamental.

As aulas no formato remoto serão ofertadas apenas a partir de 4 anos (Pré-escola), uma vez que é a partir dessa faixa etária que a educação é obrigatória.

Qual será o procedimento para entrada e saída dos alunos à escola?

Com os planos de estratégias já estabelecidos para cada unidade, serão cumpridos os seguintes cuidados: ao chegar à escola, os estudantes terão a temperatura aferida por um profissional e na sequência os alunos limparão os pés no tapete com solução sanitizante, higienizarão as mãos no totem com álcool em gel e por fim as mochilas serão pulverizadas. Tanto os ambientes internos e externos do prédio serão constantemente higienizados.

O retorno será seguro?

Com certeza. O retorno está relacionado às condições de biossegurança das escolas e também aos indicadores epidemiológicos que demonstram que há possibilidade das aulas serem feita de forma presencial.

Meu filho não voltará às aulas presenciais, o que preciso fazer?

Levar o laudo médico, caso seu filho tenha algum tipo de comorbidade ou ir até a escola reforçar a escolha pelo ensino remoto.

Os alunos permanecerão nas escolas em período integral?

Sim, as escolas que funcionam em período integral funcionarão no horário de costume.

O transporte escolar será disponibilizado aos alunos?

O transporte também voltará, seguindo os devidos protocolos sanitários: estarem sempre de máscara, higienizar as mãos e aferirem a temperatura ao entrar no ônibus.

Haverá merenda escolar aos alunos?

Sim, além de receberem a merenda, os refeitórios também passarão por higienização constante, garantindo todo cuidado com os alunos, além de manter o distanciamento entre eles. Para evitar a aglomeração em filas, os alunos receberão os pratos prontos e os talheres em embalagens individuais.

Cada aluno deve levar sua própria água ou pode usar o bebedouro?

O aluno deverá levar uma garrafinha de água de casa e quando for necessário será abastecida por um profissional da escola.

Preciso mandar máscaras extras para meus filhos?

Não precisa, quando acontecer da criança precisar trocar a máscara, os profissionais se encarregarão de entregar outra máscara.

As escolas disponibilizarão máscaras descartáveis e álcool em gel aos alunos?

Sim, todos os dias ao chegarem à unidade de ensino os alunos receberão uma máscara descartável, e por toda a escola haverá álcool em gel à disposição dos alunos e profissionais. Porém, para entrar na escola será necessário que o aluno já esteja com a máscara.