Acervo Digital Regional de Extrema

Sobre o Acervo Digital

Obras digitalizadas

Visualize e salve fotografias em alta resolução, livros, documentos oficiais, jornais, revistas, mapas, pinturas, gravações em áudio e vídeo, entre outros conteúdos. Todos os documentos são disponibilizados na íntegra sob licença Creative Commons.

Metadados

O acervo digital utiliza metadados Dublin Core®, um conjunto de campos de identificação de documentos e objetos digitalizados (imagem, texto, áudio e vídeo), reconhecido internacionalmente por arquivistas e bibliotecários.

Fonte de pesquisa

Os conteúdos disponíveis em formato digital poderão servir para fins de pesquisa, pedagógicos e de produção científica.

SOBRE O ACERVO DIGITAL DE EXTREMA (ADRE)

O Projeto Acervo Digital Regional de Extrema (ADRE) nasceu em 2017 e visa promover a digitalização, a reunião e a difusão, na rede mundial de computadores, de documentos históricos e outros materiais importantes para o estudo da história e da cultura de Extrema (e região).
Através do site do referido projeto, estudantes, munícipes e o público em geral terão acesso, em formato digital, a uma grande variedade de documentos históricos, tais como: fotografias antigas, jornais de época, mapas históricos, entre outros. Na mesma plataforma, os usuários poderão acessar cópia de documentos pertencentes a arquivos nacionais e internacionais que lançam luz sobre a história de Extrema e região. Além disso, esse site hospedará exposições virtuais, os vídeos do Projeto Memória Viva de Extrema, bem como filmes, áudios e trabalhos desenvolvidos pelo Setor do Patrimônio Cultural, desde 2003.
O Projeto Acervo Digital Regional é resultante de um conjunto de iniciativas que desde 2017 visaram reunir cópias de documentos e materiais importantes para o estudo da história e da cultura de Extrema. O primeiro passo consistiu na realização de um levantamento documental em diversas instituições e arquivos (públicos e particulares). Muitos desses documentos foram republicados no site do ADRE, graças à gentil colaboração das referidas instituições. Concomitantemente, através do Processo Licitatório nº000319/2018, que teve por objeto a contratação de empresa para desenvolver sistema informatizado para atender à gestão da plataforma do ADRE, mais de 2000 páginas de documentos pertencentes a arquivos públicos e privados de Extrema foram digitalizadas. No mesmo período, a Prefeitura Municipal de Extrema, através da Secretaria de Cultura, e a Câmara Municipal de Extrema, promoveram uma campanha de mobilização dos munícipes para obter cópias de fotografias antigas de Extrema, ação que resultou no recebimento e na digitalização de quase 1000 cópias de fotos antigas de Extrema e na disponibilização de fitas VHS, pertencentes a famílias do município. A aquisição, pela Prefeitura Municipal de Extrema, dos arquivos particulares do Sr. Obirajara Brito da Cunha e do Sr. Antônio Carlos Alves Ferreira, munícipes que durante décadas efetuaram o registro (em vídeos e em fotografias) de cenas do cotidiano de Extrema, foram ações igualmente importantes que possibilitaram a disponibilização, no site do ADRE, de registros variados sobre festas religiosas, eventos esportivos, cívicos e políticos, paisagens, entre outros.
Os referidos itens encontram-se acessíveis, em múltiplos navegadores, na plataforma do ADRE. A Secretaria Municipal de Cultura receberá, de forma contínua, cópias de fotografias antigas e outros documentos históricos, em formato digital ou impresso, para serem digitalizados na Secretaria de Cultura, juntamente com um termo de autorização de uso e de cessão de direitos autorais.