• Home
  • /
  • Notícias
  • /
  • Secretaria de Assistência Social promove encontro com pessoas favorecidas ao Benefício de Prestação Continuada

Secretaria de Assistência Social promove encontro com pessoas favorecidas ao Benefício de Prestação Continuada

03/10/2022

Cerca de 35 beneficiários participaram do encontro e refletiram sobre a Luta pelos direitos das Pessoas com Deficiência

Nesta última sexta-feira (30), as equipes das Unidades CRAS, pertencentes à Secretaria de Assistência Social, promoveram um encontro em alusão ao dia 21 de setembro, no qual marcou o Dia Nacional da Luta pelos Direitos das Pessoas Com Deficiência.

O evento foi realizado na Associação de Bairros da Vila Rica e contou com a presença de beneficiários do BPC, da equipe de Proteção Social Básica – Cras, além de técnicos, coordenadores e também da Secretária de Assistência Social, sra. Giovanna Sarto.

Ao longo do encontro foi explanado sobre a importância e a luta para a concretização dos direitos conquistados atualmente pelas pessoas com deficiência, além de conter um breve diálogo sobre a cronologia da criação do Estatuto da Pessoa Com Deficiência (Lei 13.146/2015).

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) se trata de um programa social de transferência de renda individual e intransferível, garantido pela Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), de 1993, que consiste na garantia de um salário-mínimo mensal ao idoso acima de 65 anos ou à pessoa com deficiência de qualquer idade. Mais de 1.000 extremenses são favorecidos pelo Benefício de Prestação Continuada, sendo que 576 são idosos e 437 são PCDs. Outras 200 pessoas estão com o processo de inclusão em andamento, aguardando perícia médica e conclusão pelo INSS.

Os convidados foram participativos e espontâneos ao relatar que são muito bem acolhidos nas Unidades do Cras e que a concessão do Benefício, por meio dos atendimentos nas Unidades, trouxe autonomia financeira e transformou suas vidas.

No final do encontro todos socializaram e receberam de lembrança mudas de plantas frutíferas, em alusão à chegada da primavera neste mês. As crianças que estavam presentes também se divertiram e participaram de muitas brincadeiras promovidas pela equipe do Projeto “Criança Feliz”.

Romper as barreiras é possível, desde que seja assumido que a inclusão social é um papel do coletivo. A implementação de Políticas Públicas e serviços acessíveis devem sempre estar presente para o alcance da verdadeira inclusão.