Secretaria de Cultura

Rodeio 2019 – Segunda noite contou com shows de Bruno & Barretto e Dennis DJ

15/10/2019

Hoje é só farra, pinga e foguete!

A dupla Bruno & Barretto apresentam o primeiro show da noite

Este foi o refrão que embalou a segunda noite da Festa de Peão de Extrema, no dia 11. Canções clássica como “Evidências”, “É o Amor” e “Telefone Mudo” ganharam um toque especial nas vozes de Bruno & Barretto. A dupla sertaneja que se iniciou no ano de 2014 na cidade de Londrina, Paraná, tiveram sua ascensão meteórica com a gravação de seu álbum de estréia: Farra, Pinga e Foguete, em 2015. Com muita animação, o público de 8 mil pessoas acompanhavam as música cantando os hits “Amor de Cana”, “Adeus Meu Amor” e “Bruto Memo”.

Multidão se reúne em frente a palco para curtir as apresentações

 O Bruno é um jovem universitário, estudante de agronomia, natural de Sertanópolis, norte do Paraná, com um personalidade bem extrovertida, uma voz mais suave, ele faz a segunda voz na dupla a às vezes até a primeira, deixando a dupla com um diferencial das demais. Com uma voz mais grave, o Barretto faz a primeira voz da dupla. Ele é natural de Alvorada do Sul, região Norte Central do Paraná. Com seu estilo mais bruto e o jeito de falar mais simples, ele mantém a tradição usando sempre seu chapéu nos shows. Desde criancinha é um admirador da música sertaneja.

Com muita pirotecnia, Dennis DJ levou a galera a loucura com sua músicas

E a noite não parou por aí! Com exclusividade para o dia 11, a festa contou com dois shows. Dennis DJ subiu ao palco com toda sua performance e pirotecnia, levando o público a loucura com suas músicas que misturam batidas de funk remixada com diversos singles. O “vovô das baladas”, como é conhecido Barrosinho, de 72 anos, foi convidado especial para dançar ao lado do DJ, arriscando coreografias inusitadas.

“Vovô da Balada”, como é conhecido Barrosinho, subiu ao palco para dança com o Dennis DJ

Dennison de Lima Gomes pode não ser tão conhecido quanto deveria. Natural de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, o cara já foi da Equipe Furacão 2000 e produziu os maiores hit’s do funk carioca, como “Cerol na Mão”, “Um tapinha não dói”, “Dança da Motinha”, “Vai Lacraia”, “Já é Sensação” e muitas outras que você já ouviu, mas não sabia que era dele.

Dennis DJ passou a se interessar com produção de música em 1995, quando começou a trabalha em uma rádio comunitária

O produtor, depois de passar mais de 10 anos nos bastidores do funk, resolveu tomar a frente e apresentar o seu trabalho como artista. Com o programa de rádio “Baile do Galerão”, que posteriormente virou “Baile do Dennis”, o produtor ajudou a escrever a história do funk carioca. E agora, como Dennis DJ se joga em turnês pelo Brasil.

Veja abaixo o vídeo com os melhores momentos da noite.