Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Gás Natural: uma nova energia para o desenvolvimento de Extrema

11/12/2019

O desenvolvimento econômico de Extrema está prestes a contar com uma nova fonte de energia: o gás natural. Um combustível mais limpo, barato e eficiente que pode ser usado na produção industrial, no abastecimento de veículos e até no consumo residencial.

Em Minas Gerias a empresa responsável pelo fornecimento de gás natural é a Gasmig, empresa estatal do grupo CEMIG, que atende hoje mais de 60 mil clientes no estado. Desde 2017, um esforço conjunto entre Administração Municipal, Sindicato das Indústrias e FIEMG tenta viabilizar o início do projeto, que agora conquistou o apoio do Governo de Minas Gerais.

Agora o primeiro abastecimento de gás natural feito pela Gasmig em Extrema já tem uma data prevista: junho de 2020. E a industrial escolhida para o projeto piloto é a Bauducco, localizada o bairro dos Pires, mas o projeto deve logo se espalhar pela cidade.

O início do abastecimento de gás natural em Extrema será feito no modelo conhecido como Gasoduto Virtual, quando uma estação de descompressão do gás é abastecida por caminhões especiais. Em seguida, deverá ser construído um gasoduto de 29 quilômetros ligando Extrema ao gasoduto de Bragança Paulista (SP). O investimento inicial da Gasmig será de R$ 3 milhões.

Numa segunda fase, o projeto prevê o abastecimento das empresas do Vetor Norte, na região do Barreiro, Rodeio e Pessegueiros.

Os benefícios do gás natural são combustíveis de qualidade e seguro uma vez que é mais leve que o ar, se dissipa rapidamente em caso de vazamento; opção energética menos nociva ao meio ambiente, pois dispensa tratamento dos gases efluentes; a queima é limpa e sem ferrugem e reduz a emissão de CO2 na atmosfera.