Secretaria de Turismo

Fluxo de turistas e visitantes dos anos de 2017 e 2018

16/04/2019

 A Secretaria de Turismo de Extrema por meio do Observatório do Turismo de Extrema, realizou 3 pesquisas no ano de 2017 e 2018: número de atendimentos no Centro de Informações Turísticas; número de visitantes no Parque do Jaguari e no Parque do Salto.

A pesquisa mensal da taxa de ocupação nos meios de hospedagem, teve inicio no ano de 2018, por isto a apresentação dos números somente deste ano.

O Centro de Informações Turísticas (CIT)  realizou  8.458 atendimentos em 2017, já em 2018 foram 6.847 atendimentos, o que representa uma diminuição de 19%. 

Os meses com mais atendimentos em 2017 foram julho com 1.453, seguido de abril com 1.064, em 2018 os meses com mais atendimentos foram dezembro com 988 atendimentos e setembro com 758.      

Os meses com menos atendimentos em 2017 foram março com 277, seguido de outubro com 444, no ano de 2018 os meses com menos atendimentos foram junho com 313 atendimentos e agosto com 342.

A média de atendimentos mensais em 2017 foi de 704 atendimentos, em 2018 foi de 570 atendimentos.

A pesquisa da taxa de ocupação média dos meios de hospedagem (hotéis e pousadas) no ano de 2018,  indicou que os meses de maior ocupação hoteleira foi fevereiro com 77%,  quando teve o feriado de carnaval; julho com 73%, onde  teve o festival de inverno,  e dezembro  com 73% que tem as festas do fim de ano e férias escolares.

Os meses com menos ocupação nos meios de hospedagem em 2018 foram os meses de maio com 60% de taxa média de ocupação, mês que teve a  greve nacional dos caminhoneiros, e o mês de outubro com 60% que apesar de ter tido a festa do Peão de Extrema, a taxa do mês acabou sendo influenciada pelos os 2 finais de semana de eleições.

A taxa média de ocupação durante o ano de 2018 foi de 67%.

Não realizamos pesquisas mensais de taxa de ocupação em 2017.

Em 2017 o Parque Cachoeira do Jaguari recebeu 78.321 visitantes, em 2018  foram 95.408 visitantes, um aumento de 21%.

Os meses com mais visitação em 2017 foram o mês de setembro com 8.689 visitantes e janeiro com 8.197, no ano de 2018 foram os meses de dezembro com 12.219 visitantes e novembro com 10.929.

Os meses com menos visitação em 2017 foram maio com 3.855 e agosto com 4.296 visitantes, já em  2018 foram o mês de agosto com 4.486 visitas e junho com 4.810.

A média de visitantes mensais no Parque do Jaguari em 2017 foi de 6.527, já em 2018 foi de 7.951.

O Parque Cachoeira do Salto recebeu em 2017, 134.543 visitantes, em 2018 foram 136.941, um aumento de 2%.

Os maiores números de visitação em 2017 foram no mês de janeiro com 20.645, seguido de fevereiro com 16.717, em 2018 foram os meses de dezembro com 20.306 e janeiro com 15.098.

Em 2017 os meses com menos visitação foram maio com 5.266 visitantes, e agosto com 5.893, já em 2018 foram os meses de junho com 4.398 e agosto com 5.272.

A média de visitantes mensais em 2017 foi de 11.212, já em 2018 foi de 11.412 visitantes.

Analisando os indicadores disponíveis em 2017 que são do CIT, Parque do Salto e Jaguari, observamos que o mês de janeiro ficou em primeiro no indicador do Parque do Salto, setembro ficou em primeiro no Parque do Jaguari, e o mês de julho ficou em primeiro no CIT.

Observando o ano de 2018, onde tivemos 4 indicadores pesquisados, o mês de dezembro ficou em primeiro nos indicadores do CIT, Parque do jaguari e Parque do Salto, já o mês de fevereiro ficou em primeiro na taxa média de ocupação hoteleira.

A maior alternância de 2017 para 2018, foi o destaque que o mês de dezembro teve em 2018, ficando em primeiro lugar em 3 indicadores e em segundo em outro indicador.