• Home
  • /
  • Notícias
  • /
  • Extrema cresce 87%, ultrapassa os 53 mil habitantes e quase dobra sua população, revela Censo Demográfico 2022

Extrema cresce 87%, ultrapassa os 53 mil habitantes e quase dobra sua população, revela Censo Demográfico 2022

29/06/2023

Compartilhe:

O município ocupa a 64ª colocação no ranking populacional em Minas Gerais e é a cidade do estado que mais cresceu em relação ao último censo

Nesta quarta-feira (28), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os primeiros resultados do Censo Demográfico realizado entre agosto de 2022 e fevereiro de 2023. Conforme os dados apresentados, atualmente Extrema possui 53.482 habitantes, o que representa um aumento de 87,01% com relação à pesquisa anterior, em 2010 (28.599 habitantes), e é a cidade que mais cresceu em Minas Gerais, cerca de 5,35% ao ano.

Os resultados do Censo confirmam o que a prévia populacional divulgada em dezembro do ano passado já apontava: Extrema despontaria como uma das cidades que mais cresceram no sul mineiro e no estado, o que foi confirmado pelos mais de 24 mil novos habitantes. Agora o município ocupa a 11ª colocação no ranking das maiores cidades no Sul de Minas, que ganhou 167 mil moradores nestes 12 anos entre a realização das pesquisas.

Entre os fatores destacados para justificar esse crescimento está o incentivo na área industrial, o que resultou na instalação de multinacionais e importantes marcas em e-commerce acolhidas pela cidade. Atraídas pelas crescentes vagas de emprego, muitas pessoas abraçaram o município como sua nova casa, contribuindo para este aumento no número de habitantes.

O prefeito João Batista da Silva destaca que o resultado da pesquisa do IBGE será importante para a cidade, que há muito tempo não recebe reajustes nos valores dos repasses do governo por conta do número desatualizado de habitantes.

Ele também cita que os programas de moradia incentivados pela Gestão foram importantes para esse crescimento populacional: “Extrema hoje apresenta um indicador muito bom no IBGE e isso foi graças ao desenvolvimento econômico da cidade, nos últimos anos principalmente, e também nesses últimos anos puxado pelo maior programa de moradia implantado na nossa cidade, que ganha escala a cada dia e vai atraindo pessoas para a nossa região”, comentou o Gestor Municipal.