Secretaria de Cultura

Extrema comemora o dia da Consciência Negra

20/11/2019

Hoje é comemorado no Brasil o dia da Consciência Negra, uma data importante no reconhecimento da história dos povos africanos e da construção da sociedade brasileira. A data visa à importância da inclusão e igualdade social do negro, assim como a valorização da cultura afro-brasileira, além de levantar discussões sobre o racismo e a discriminação.

O idealizador da data foi o poeta, professor e pesquisador Oliveira Silveira, um dos fundadores do Grupo Palmares, que reunia militantes e pesquisadores da cultura negra brasileira. À data definida foi 20 de novembro, coincidindo com o dia da morte de “Zumbi dos Palmares”, símbolo de liberdade e luta da cultura negra.

O Dia da Consciência Negra foi estabelecido pelo projeto Lei nº 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003, que determinava a inclusão da temática “História e Cultura Afro-Brasileira” no currículo escolar. No entanto, apenas em 2011 foi sancionada a Lei 12.519/2011 que oficializa a data, sem obrigatoriedade de feriado nacional.

Extrema não poderia ficar de fora dessa! Celebrando no dia 22 de novembro, sexta-feira (de acordo com a Lei Municipal 3.905/19), a Escola Municipal Sebastião Morbidelli (no Bairro do Tenentes), a Biblioteca Municipal e a Praça Coronel Simeão receberão uma programação cheia de cultura com exibição de filmes-documentário, workshop de grafite, roda de conversa e uma deliciosa roda de samba para encerrar o dia.

Veja toda a programação e os horários aqui.