Secretaria de Saúde

Entenda como funciona o Hospital de Campanha para a COVID-19 na cidade de Extrema

31/07/2020

O Hospital Municipal Dr. Roberto De Cunto ficou pronto recentemente e conta com 35 leitos especiais para o cuidado de pacientes com o novo Coronavírus, sendo 9 com respiradores. E por estar exclusivamente dedicado ao enfrentamento da pandemia recebe o nome de Hospital de Campanha.
No início da pandemia a Prefeitura de Extrema adquiriu 9 respiradores mecânicos, que fornecem o oxigênio para o paciente, 9 bombas de infusão, que transportam a medicação controlada e 10 monitores cardíacos onde são monitorados os sinais vitais, equipamentos sofisticados e podem fazer toda a diferença no atendimento a pacientes graves.
A Prefeitura de Extrema já investiu mais de R$ 6 milhões em equipamentos e materiais para a luta contra a COVID-19.
O Hospital Municipal Dr. Roberto De Cunto está incluso no plano de contingência da macro região do Sul de Minas, determinado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Os quartos e equipamentos já estão preparados para realizar os atendimentos aos pacientes infectados.
Quando o Hospital Municipal poderá receber pacientes? Segundo a determinação da Secretaria de Estado de Saúde há uma sequência que deve ser obedecida.
Quando o Hospital e Maternidade São Lucas de Extrema atingir a capacidade total de atendimento, os pacientes serão recebidos no Hospital das Clínicas Samuel Libânio em Pouso Alegre, em seguida, pelo Hospital Antônio Moreira da Costa em Santa Rita do Sapucaí. Somente quando esses hospitais referência estiverem com as vagas totalmente preenchidas, se inicia o uso do Hospital Municipal.