Secretaria de Saúde

Doação de Sangue – Veja quais são as dúvidas mais frequentes

05/11/2019

A doação de sangue é um gesto solidário de doar uma pequena quantidade do próprio sangue para salvar a vida de pessoas que se submetem a tratamentos e intervenções médicas de grande porte e complexidade, como transfusões, transplantes, procedimentos oncológicos e cirurgias.

O sangue é insubstituível e sem ele é impossível viver. Por isso, o Ministério da Saúde reforça periodicamente a importância de os brasileiros adotarem a cultura solidária da doação regular e espontânea de sangue.

O objetivo é manter os estoques de sangue sempre abastecidos e não apenas em datas específicas ou quando algum conhecido precisar.

Se eu trabalho no horário de funcionamento do Hemominas, o que devo fazer?

Para aqueles que trabalham mas desejam doar, o artigo 473 da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) determina que  o empregado poderá deixar de comparecer ao serviço sem prejuízo do salário por um dia, em cada 12 meses de trabalho, em caso de doação voluntária de sangue devidamente comprovada.

Por que moradores de Extrema tem que doar sangue em Pouso Alegre?

A doação acontece em Pouso Alegre, pois a cidade é a referência para nosso município. Todo o sangue que Extrema necessita vem de Pouso Alegre, e o estoque do banco de lá está baixo. As bolsas são utilizadas, por exemplo, em cirurgias de rotina e para atendimento de acidentados trazidos pelo Samu e Autopista Fernão Dias. Cada bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas.

Quais são os requisitos básicos para doar?

A Fundação Hemominas adota como critérios básicos para avaliar quem se encontra ou não apto a doar sangue aqueles estabelecidos pelo Ministério da Saúde e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgãos responsáveis pela legislação nacional de hemoterapia. Para doar, as pessoas devem:

  • Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos.
  • Estar em boas condições de saúde.
  • Pesar mais que 50 kg.
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).
  • Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos.
  • Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Carteira de Habilitação, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Quais são os impedimentos temporários para doar sangue?

  • Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas.
  • Gravidez.
  • 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.
  • Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.
  • Tatuagem, piercing e/ou maquiagem definitiva nos últimos 12 meses.
  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.
  • Esteve em área de incidência de doenças como febre amarela e malária.

Quais são os impedimentos definitivos para doar sangue?

  • Hepatite após os 11 anos de idade.
  • Hepatite após o 11º aniversário: Recusa Definitiva; Hepatite B ou C após, ou antes, dos 10 anos: Recusa definitiva; Hepatite por Medicamento: apto após a cura e avaliado clinicamente; Hepatite viral (A): após os 11 anos de idade, se trouxer o exame do diagnóstico da doença, será avaliado pelo médico da triagem.
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis.
  • Malária.

Qual é o intervalo para doação?

  • Homens: 60 dias – até 4 doações por ano.
  • Mulheres: 90 dias – até 3 doações por ano

Essa lista não esgota os motivos de impedimento para doação. Outras informações prestadas durante a triagem clínica serão consideradas para definir se está apto para doar. Se ainda ficou alguma dúvida, acesse o site da Hemominas.

Qual a quantidade de sangue doado?

Uma pessoa adulta tem, em média, 5 litros de sangue. Em cada doação, o máximo de sangue retirado é de 450 ml.

Quais são os cuidados pós-doação de sangue?

Após a doação de sangue, é necessário ter alguns cuidados, como:

  • Evite esforços físicos exagerados por pelo menos 12 horas.
  • Aumente a ingestão de líquidos (água).
  • Não fume por 2 horas.
  • Evite bebidas alcoólicas por 12 horas.
  • Mantenha o curativo no local da punção por, pelo menos, quatro horas.
  • Não dirija veículos de grande porte, não trabalhe em andaimes e não pratique paraquedismo ou mergulho.
  • Faça um pequeno lanche e hidrate-se. É importante que o doador continue se sentindo bem durante o dia em que efetuou a doação de sangue.

Existem benefícios para quem doa?

Além de ser um ato de solidariedade que pode salvar até quatro vidas, a doação de sangue traz diversos benefícios para quem doa:

1. Reduz o risco de doença cardíaca

Estudos revelaram que o excesso de ferro pode aumentar o risco de derrames e ataques cardíacos e a doação de sangue regular pode ajudar a manter os níveis de ferro sob controle, especialmente em homens.  

2. Reduz o risco de câncer

A doação de sangue reduz o nível de radicais livres no sangue. Por isso, a doação de forma regular também está associada a uma redução na incidência de diversos tipos de câncer, incluindo câncer de fígado, pulmão, cólon e garganta.

3. Melhora o fluxo sanguíneo

Doar sangue ajuda a evitar a hipercoagulação, fazendo com que o nosso sangue tenha um fluxo mais leve. Quando acontece a hipercoagulação, pode haver rupturas nos vasos sanguíneos. Isso ocorre porque existem agentes que podem coagular o sangue, como tabaco, dietas ricas em açucares, estresse e ansiedade.

4. Mini check-up gratuito

Você pode doar sangue somente se estiver bem de saúde. Por isso, ao doar sangue, é feita uma série de exames de verificação, sem custo ao doador.

Imediatamente antes do exame, você terá a oportunidade de saber sobre anomalias na sua pressão e no nível de hemoglobina. Além disso, uma amostra do seu sangue é coletada, e são executados exames para detectar várias doenças como AIDS, Sífilis, Doença de Chagas, contato prévio com hepatite B e C e vírus HTLV. Ainda: se você estiver na dúvida sobre qual o seu tipo de sangue, essa também é uma boa forma de testar para ter certeza.

Quem doa sangue para quem?

Clique na imagem para ampliá-la

Ainda tem mais dúvidas? Acesse o site do Ministério da Saúde.