Secretaria de Cultura

Conheça a primeira exposição virtual inaugurada na plataforma do Acervo Digital Regional de Extrema

08/04/2021

No dia em que se completaram 240 anos do falecimento de Thomaz Roby, a Secretaria de Cultura de Extrema inaugurou a Exposição Virtual “O MORRO DO LOPO E A DEMARCAÇÃO DE THOMAZ ROBY (1749)”. Tal mostra busca demonstrar como o Morro do Lopo tornou-se um dos marcos geográficos balizadores dos limites existentes entre a Capitania de Minas Gerais e o Governo de São Paulo, pela Demarcação de Roby. Confira abaixo alguns comentários recebidos sobre a referida exposição.

“Parabéns pela Exposição. A Associação Cultural do Arquivo Público Mineiro e o Arquivo Público Mineiro sentem-se honrados em participar com a digitalização do acervo disponibilizado e divulgado”. Márcia Alkmim, Secretária Executiva da Associação Cultural do Arquivo Público Mineiro.

“Parabéns!” Márcia Maria Duarte dos Santos, 2ª Vice-Presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais.

“(…) nós silvianopolenses nos sentimos bastante honrados com a Exposição Virtual do Morro do Lopo e Demarcação Thomaz Roby, episódio histórico que une os dois municípios, Extrema e Silvianópolis, antiga Santana do Sapucaí”. Homero Brasil Filho, Prefeito de Silvianópolis-MG.

“Parabéns pelo vosso trabalho. (…) foi devido à vossa exposição que o nome Thomaz Roby voltou a ser ouvido em Viana do Castelo, pelo que, muito nos satisfaz, o pequeno contributo que o Arquivo Distrital de Viana do Castelo deu para o vosso projecto”. Arquivo Distrital de Viana do Castelo (Portugal).

“Ver a [referida] exposição virtual (…) é entrar no túnel do tempo e se deliciar com as belezas alí postas. Essa exposição tão substanciosa não pode ficar parada. Os autores devem divulgá-la em âmbito nacional, nas universidades e nos centros culturais das principais cidades brasileiras. Parabéns (…) pela significativa exposição.” Yvone Dias Avelino – Professora Titular da PUC-SP.

“Eu tenho consultado o portal [do Acervo Digital Regional de Extrema] nos últimos dias. E a exposição ficou excelente!”. José Rogério Beier – Doutorando em História Econômica pela USP.

Acompanhe a exposição clicando aqui.