• Home
  • /
  • Notícias
  • /
  • CadÚnico: Governo identifica possível suspensão de mais de 1.300 famílias que apresentaram discordâncias em seus dados cadastrais

CadÚnico: Governo identifica possível suspensão de mais de 1.300 famílias que apresentaram discordâncias em seus dados cadastrais

29/09/2022

As pessoas que tiveram discordância no cadastro têm chance de atualizar os dados e evitar que sejam suspensas dos Programas do Governo Federal, como o Auxílio Brasil e a Tarifa Social de Energia Elétrica

O Ministério da Cidadania iniciou em Setembro, a 2ª Averiguação Cadastral de 2022 e com isso identificou 3.808 cadastros inerentes de famílias extremenses, na qual não passou pela analise federal por discordância entre os dados preenchidos e o cruzamento de informações com outras fontes. Estas famílias são convocadas para se dirigirem, o quanto antes, em algum dos locais de atendimento disponíveis, para que consigam regularizar o registro e evitar a suspensão dos auxílios.

Esta é a segunda vez no ano que é feita a Averiguação e Revisão Cadastral, na qual tem por base identificar se a pessoa que se inscreveu ao CadÚnico necessariamente está listada como família de baixa renda. Dessa vez, novas bases de dados estão sendo utilizadas para consulta e conferência das informações declaradas no Cadastro Único, tendo um processo mais rígido e rigoroso.

Se for constatada a omissão de alguma informação ou desatualização dos dados cadastrais, a família poderá ser temporariamente suspensa dos benefícios, posteriormente excluída e convocada para ressarcir valores recebidos indevidamente.

Do total de famílias informadas, ainda há mais de 1.300 pessoas com discordâncias identificadas em seus cadastros, seja por omissão dos dados, endereço, telefone, entre outros dados preenchidos de forma errônea ou que faltou atualização. Caso você queira conferir se seu nome está incluso nesta lista, acesse: https://bit.ly/3ULOCsj e confira.

Todas estas pessoas listadas precisam regularizar o registro e para isso, será necessário que esses munícipes compareçam em algum dos seguintes locais citados abaixo:

Cras Leste – Rua Benedito José de Toledo, 86 – Bairro Vila Rica (em frente à Associação do Bairro). Telefone: (35) 9.9931-1833;

Cras Sul – Rua Grécia, 170 – Bairro Vila Esperança (atrás da Escola Municipal João Orsi de Morais). Telefone: (35) 9.9768-1997.

Sede da Assistência Social – Praça Olinto da Fonseca, 12, subsolo (próxima ao Magazine Luiza). Atendimento de segunda à quinta-feira das 8h às 11h e das 13h às 16h.

Cras Volante – O CRAS Volante é uma equipe adicional do CRAS que diariamente vai a locais distantes e de difícil acesso.

Será necessário ter em mãos os seguintes documentos: Comprovante de residência atualizado; CPF, Título de Eleitor e RG; Carteira de Trabalho (se for digital, imprimir ou tirar print da tela); Comprovante de renda atual (ex: holerite, extrato do INSS, declaração de autônomo); Certidão de casamento ou nascimento; Termo de guarda, tutela ou curatela; Declaração escolar dos filhos (4 a 17 anos); Certidão de nascimento dos filhos e se estiver desempregado, trazer o currículo.

Os bloqueios dos benefícios de algumas famílias já iniciaram este mês de setembro e em novembro ocorrerão as exclusões. Por isso não deixe de atualizar o seu cadastro na última hora, evite a suspensão dos seus benefícios.

Para qualquer dúvida, ligue para a Secretaria de Assistência Social pelo telefone: (35) 3435-5167.