• Home
  • /
  • Notícias
  • /
  • Abril Laranja: Extrema manifesta apoio na campanha de prevenção a atos de crueldade contra animais

Abril Laranja: Extrema manifesta apoio na campanha de prevenção a atos de crueldade contra animais

06/04/2022

No mês instituído como “Abril Laranja”, o Centro de Controle de Zoonoses reforça a importância da conscientização do abuso, maus-tratos e demais crueldades que os animais sofrem

O município de Extrema defende e propaga as causas animais diariamente, combatendo e enfrentando situações de agressões e abandonos aos animais, porém, graças ao apoio indispensável do Centro de Controle de Zoonoses, os animais vítimas dessas crueldades recebem uma atenção redobrada da equipe e todos os bichanos e cãezinhos são bem encaminhados para os tutores que se sensibilizam e adotam os animais de estimação.

No mês de abril a causa que será defendida no município será a Campanha “Abril Laranja – Prevenção contra a crueldade animal”, que procura sensibilizar e conscientizar a população sobre os maus-tratos que os animais sofrem para, assim, prevenir que situações, como abandonos e agressões, ocorram.

Atitudes que violam o bem-estar dos pets:

  • Não oferecer água e comida todos os dias;
  • Manter o local em que o animal vive em condições precárias de higiene;
  • Deixar o animal aprisionado com corrente;
  • Negar assistência veterinária no caso de um gato/cachorro doente;
  • Obrigar o animal a trabalhar excessivamente sem levar em consideração suas necessidades e/ou força;
  • Machucar ou mutilar;
  • Envenenar cachorro, gato ou qualquer outra espécie;
  • Abandonar;
  • Exterminar qualquer animal.

É preciso conhecer, avaliar e garantir as condições para satisfação das necessidades básicas dos animais (nutricional, ambiental, sanitário e comportamental), que vivem sob o domínio do homem e com isso devemos se basear no conceito das 5 liberdades dos animais:

  1. Livre de fome, sede e má nutrição;
  2. Livre de dor, injúria e doenças;
  3. Livre de desconforto;
  4. Livre de medo e estresse;
  5. Livre para expressar seu comportamento natural.

O Centro de Controle de Zoonoses vem atuando no atendimento de denúncias de maus-tratos e auxiliando animais de rua, sem tutores, que estejam feridos, no cio ou doentes. Em média, 40 animais são recolhidos mensalmente em Extrema.

Quanto as denúncias, o município atende 2 ou 3 casos por mês e em sua maioria, as denúncias relatam diversos tipos de maus-tratos, como má alimentação, falta de higiene nas residências, abandono, espancamento, animais presos e acorrentados e até outras crueldades. Todas as denúncias são acompanhadas e vistoriadas pela Polícia Ambiental.

É muito importante denunciar qualquer suspeita de crueldade, abuso ou maus-tratos, com o máximo de informação possível, indicando responsável, local, data, fatos e situações ocorridas. Nesses casos, ligue para a Polícia Militar no 190 ou acione o CCZ: 3435-3438.

Acionar a lei de maus-tratos a animais é a melhor forma de ajudar esses bichinhos que sofrem, para que o animal seja resgatado e tenha todos os cuidados de que precisa – além de garantir que o agressor receba a pena prevista na legislação.

Aliás, por meio das denúncias da população, o Centro de Controle de Zoonoses, com o apoio da PM de Extrema, conseguiu identificar dois autores que cometeram crimes de maus-tratos à animais e foram presos em flagrante delito.

Vamos lutar por essa causa para que os animais parem de ser abandonados ou machucados por pessoas que deveriam protegê-los.